0 Flares 0 Flares ×

Acabo de chegar de uma pastelaria onde, lá, encontrei uma pessoa que conheci na academia que treinava e que acompanhou todo o meu processo de emagrecimento, todos os 28 quilos indo embora. E, para minha surpresa, ao me ver, ao invés de perguntar como eu estava, se estava bem ou algo do gênero – o que geralmente fazemos quando encontramos amigos – me peguei tendo que responder à seguinte pergunta:

– “Nossa! Você come pastel?”

pastel

Difícil ter uma resposta pronta até porque minha vida não é feita de respostas prontas. E eu respondi que sim. Mas a grande verdade é que eu jamais esperaria esse tipo de pergunta. Há quase 3 anos eu não ia naquela pastelaria, o que era uma rotina durante meu namoro e no início do meu casamento. E há mais de 2 anos não comia um pastel. Nem de queijo…

Eu queria responder que sim, eu como pastel justamente porque eu emagreci 28 quilos e eu jamais engordarei esses mesmos 28 quilos novamente. Porque hoje eu sei o que é ter equilíbrio. Eu sei o que é comer para matar a vontade. Comer somente um, e não dois ou três. Comer só de vez em quando, e não todos os dias, nem todas as semanas, nem todos os meses.

Eu queria responder que eu como pastel quando eu estou com vontade. E não quando estou triste, feliz, ansiosa, deprimida, me sentindo culpada, para me punir ou para comemorar. Eu como pastel pelo simples fato de eu estar com vontade de comer pastel. E nada mais a não ser o bendito pastel. Eu não comi pastel porque hoje é sexta. Ou porque “eu mereço”. Eu só comi pastel porque eu estava com vontade de comer pastel (acho que já escrevi isso!).

Alias, quem me conhece e conhece meu trabalho, já foi em alguma palestra minha, fez algum curso ou até mesmo o processo de Coaching de Emagrecimento sabe bem do que eu estou falando. Um emagrecimento sustentável é construído através do equilíbrio. Você pode ter uma vida super saudável, perder peso e ainda comer o que tem vontade como pastel, brigadeiro, bolo, chocolate, salgadinho, biscoito (desde que com moderação!). A privação por alguns alimentos, principalmente para quem passa por um processo de emagrecimento, pode ser o fator chave para a desmotivação e a desistência do objetivo.

equilibrio-ao-comer

Eu passei a minha adolescência toda comendo pastel. Todos os dias, no final da tarde, eu ia no carrinho de pastel da Aninha que ficava na esquina da padaria há duas quadras da minha casa e pedia um pastel de pizza e um de brigadeiro. TO-DOS-OS-DI-AS! Hoje, aos 35 anos, após emagrecer 28 quilos, eu comi um pastel de queijo. E mais nada. Porque eu quis. Porque eu posso. Porque eu estava com vontade.

E você come pastel?